4 Coisas que você precisa saber para se divorciar de forma fácil e remota

Convivência forçada em tempo integral, sem trabalhar o dinheiro TAMBÉM começa a ser motivo de briga e tem vez que o buraco é mais embaixo. A realidade é que o número de divórcios aumentou muito com a pandemia.

Viemos trazer uma novidade que é a chave rápida e totalmente on-line para que os dois coloquem um ponto final no relacionamento, pra seguirem em frente com a vida. É a possibilidade de Divórcio extrajudicial, que é o divórcio em cartório, totalmente online. Ou seja, os cartórios no Brasil estão finalmente começando a entrar no século XXI.

É valido tentar realmente algumas terapias, principalmente que envolvam novas formas de lidar com o dinheiro quando ele está escasso, como montar programações diferentes mesmo estando na mesma casa e realizar atividades em cômodos diferentes, mas muitas vezes você já tentou de tudo.

É fantástica a possibilidade de poder se divorciar sem precisar se encontrar com a pessoa de novo. Agora, com o novo provimento nº 100 do CNJ de maio de 2020, a audiência acontece por vídeo conferencia e os dois já podem estar a quilômetros de distância.

Foi criado um sistema que chama E- notariado, e para poder fazer uso, o casal precisa preencher esses requisitos:

1.       O divórcio está acontecendo para os dois? Os dois querem isso? Ok, certo!

2.       Existem bens pra partilhar entre vocês? Se sim, vocês estão de acordo em relação a isso?

3.       E em relação a pensão que um ex (cônjuge) pode vir a pagar para o outro? Tem discussão sobre isso ou já entraram num consenso?

Ou seja, ambos precisam estar de acordo com essas questões.

4.       Por último, se você tem filho menor de idade, a regra é que o divórcio precisa acontecer na frente de um juiz, então, não é possível fazer em cartório – mas em alguns poucos Estados como o do Rio de Janeiro, é possível o divórcio em cartório mesmo tendo filho menor, com a condição de o casal estar de acordo em relação à pensão.

É importante saber que, por mais que os dois estejam fazendo tudo de forma “amigável”, quando se trata de divisão de bens e pensão, é sempre bom consultar um advogado de confiança, pois além de um bom conselho para evitar arrependimentos futuros que não tem mais volta, vai ser obrigatória a presença dele no ato on-line do divórcio.

Agora se um dos dois está dificultando, CALMA! A lei já garante o pedido de divórcio unilateral na justiça, ou seja, nem o marido nem a mulher podem impedir que o divórcio aconteça, só se você deixar. (art. 1.581 do CC).

Hoje em dia o processo judicial é inteiramente eletrônico (Lei 11.419/2006), havendo inclusive a possibilidade de não ter audiência de conciliação (REsp 1483841/RS), então é plenamente possível a realização do Divórcio Judicial Online – muito útil, especialmente em tempos de distanciamento social.

O mundo está mudando e a sociedade tem acompanhado. Cada vez menos existem desculpas para se manter a vida toda em um relacionamento te puxa pra baixo e não desperta o melhor que pode ser.

Com o intuito de garantir que a separação ocorra de uma maneira justa e dentro da lei, tanto no cartório quanto na esfera judicial, é imprescindível que um advogado especializado de sua confiança lhe acompanhe no divórcio.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *