fbpx
piso salarial

PISO SALARIAL DOS ENGENHEIROS: AS EMPRESAS NÃO RESPEITAM!

A jornada para se tornar um engenheiro não é fácil. O curso de graduação demanda horas de estudo e dedicação, e muitas noites são passadas em claro para que o diploma seja conquistado.

Essa profissão nobre e essencial para a sociedade exige dos profissionais extrema capacidade técnica e grande responsabilidade.

Nesse sentido, buscando respeitar as dificuldades e reconhecer a nobreza da profissão, a legislação brasileira determina um piso salarial para os trabalhadores dessa área.

A Lei nº 4.950-A/66 prevê que os Engenheiros com curso universitário de 4 (quatro) anos ou mais devem ter o piso salarial calculado da seguinte maneira:

Engenheiro com jornada de trabalho de 6 horas diárias: 6x o salário-mínimo vigente no momento da contratação.

Engenheiro com jornada de trabalho de 8 horas diárias: 8,5x o salário-mínimo vigente no momento da contratação.

Entretanto, muitas empresas não remuneram os engenheiros observando o piso salarial estipulado em lei, em total desrespeito com o empregado e com a profissão!

Garantindo justiça, os tribunais trabalhistas condenam as empresas que não observam o piso a pagarem as diferenças salariais devidas aos seus empregados que exercem a função de engenheiro.

Caso esse seja seu caso, procure um advogado especialista e entre com uma ação trabalhista para garantir o recebimento das diferenças salariais observando o piso salarial previsto em lei. A sua profissão exige respeito e reconhecimento. Esse direito é seu!

Você ficou com alguma dúvida? Entre em contato com um advogado especialista pelo nosso WhatsApp ou envie uma mensagem na caixa de comentários.

Se você gostou dessa informação, compartilhe com as pessoas que podem se beneficiar dela.

Depoimentos

Confira outros posts do blog

Abrahão Advogados Sociedade - Inscrito na OAB/SP sob nº 23.159
CNPJ: 30.019.807/0001-37
Copyright © 2022 Abrahão Advogados — Lyrical WordPress theme by GoDaddy